PERFIL DO MUNICÍPIO

PERFIL DO MUNICÍPIO

População

O município de Humaitá é constituído por povos de diversas raças, tendo em maior ênfase a etnia alemã. A maior parte da população reside na zona urbana.

Seu Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é de0.802 segundo o Atlas de Desenvolvimento Humano/PNUD (2000)

Segue abaixo a tabela com os dados populacionais do censo:

Censo 2000

5.228

Estimativa 2006

4.668

Contagem de 31/08/2007

4.922

Contagem de 05/10/2007

4.923

Variação de 31/08 para 05/10

0,0%

Variação da Estimativa 2006 para 05/10

5,5%

Variação do Censo 2000 para 05/10

-5,8%

 

Fonte IBGE, 2007

 

MUNICÍPIO

ESTIMATIVA 2008

ESTIMATIVA 2009

Diferença

Cresc. %

Humaitá

5.024

4.999

-25

-0,5%

 

Fonte: DOU, 2009

A população é de 5.228 habitantes dados fornecidos pelo IBGE-2007. Destes 2.549 pertencem ao sexo masculino e 2.679 ao feminino. A densidade demográfica é de 39,26 HAB/ Km2. A média de moradores por domicílio é de 3.3.

A distribuição da população por faixa etária encontra-se abaixo relacionada, na tabela 03.

 

População Residente por Faixa Etária e Sexo, 2007.

Faixa etária

Masculino

Feminino

Total

Menor de 1

29

26

55

1a4

95

88

183

5 a9

153

165

318

10 a14

184

186

370

15 a19

220

231

451

20 a29

310

328

638

30 a39

389

391

780

40 a49

380

374

754

50 a59

266

289

555

60 a69

163

190

353

70 a79

98

123

221

80 e +

28

58

86

Total

2.429

2.565

4.994

 

Fonte: IBGE, Censos e Estimativas.

A evolução da população nos últimos quatro anos apresenta a seguinte configuração, conforme tabela 04:

 

Evolução da População do Município de Humaitá

1970 a2007.

Ano

População

1970

11.262

1980

8.342

1991

6.030

1996

5.594

2000

5.228

2001

5.133

2002

5.067

2003

4.994

2004

4840

2005

4754

2006

4668

2007

4.923

Fonte: IBGE

A população economicamente ativa (15 a 64 anos de idade) representa 65,66% da população, ou seja, 3.673 pessoas.

A migração representa 5,88% da população sendo que 76,05 deste fluxo tiveram como destino a área urbana e as restantes, 23,5% a área rural. A origem dos migrantes na sua grande maioria (87,92%) é o estado do RS e os demais, dividem-se por outras regiões do país  sendo mais significativo os oriundos da região sul(8,72%) do total dos migrantes.     

Economia

A base econômica do município é agricultura e pecuária, com predominância da primeira; caracterizam-se pela cultura de milho, soja, trigo, feijão, mandioca e outros. A capacidade de armazenagem de grãos no município é de aproximadamente 13.856 toneladas.

O setor vem mostrando um crescimento negativo, face aos diversos  problemas apresentados como esgotamento do solo, descapitalização dos agricultores.

A agropecuária se caracterizada pelo minifúndio, sendo a área média dos estabelecimentos agropecuários de 16 hectares.

O comércio é representado  por diversos  estabelecimentos como supermercados, lojas de móveis, roupas, calçados, equipamentos... Este setor também vem apresentando dificuldades devido à crise financeira em que vive a população.

A indústria é representada por uma fábrica de calçados  para exportação, esta gera empregos para a população de nosso município.

O índice de desemprego é significativo devido à falta de indústrias. A população jovem que não é absorvida no mercado de trabalho da fábrica de calçados deixa o município em busca de novas oportunidades de trabalho.

A renda das famílias é de aproximadamente um salário mínimo.

Estrutura Produtiva

O município de Humaitá tem sua renda baseada principalmente na agricultura e em menor proporção na pecuária leiteira, avicultura, piscicultura e suinocultura.

Os principais produtos cultivados no município são milhos, soja, trigo, frutas, verduras, hortaliças, fumo, mandioca, aveia e outros em menor escala.

O solo é de boa qualidade, o que nos permitiu o título de “maior produtividade de grãos”, a nível estadual em 1995.

A estrutura fundiária do município é predominantemente constituída por minifundiários. Em distribuição feita pelo sindicato rural, as propriedades do município estão assim constituídas, de acordo com a tabela 05.

Produtores

N° De Propriedades

Área

Pequenos

389

Até 20 hectares

Médios

233

De 21 a 100 hectares

Grandes

78

Mais de 100 hectares

Fonte: Sindicato dos Trabalhadores Rurais

 

Assistência Técnica

O município de Humaitá possui uma boa assistência técnica.

Os serviços disponíveis atualmente são:

 

EMATER

01 Extencionista

01 Técnico Agrícola

COOPERATIVA COTRICAMPO

01 Agrônomo

PREFEITURA MUNICIPAL

01 Técnico Agrícolas

 

Indústria

O setor industrial no município é pouco desenvolvido. A fábrica de calçados REICHER é a maior indústria estabelecida no município.

Com a colaboração da Emater e da Secretaria Municipal de Agricultura  estão sendo desenvolvidas no interior do município micro-empresas em forma de condomínios familiares.

 

As olarias, marcenarias, ferrarias, serrarias e metalúrgicas funcionam em pequena escala.

Clima

O clima do município é subtropical com temperaturas variando de 0 a 37°C, com média em torno de 18°C, com geadas de pouca intensidade. Em todo ano a precipitação pluviométrica média é de 2.300 mm por ano, sendo com menor intensidade nos meses de junho a setembro (inverno).

 

Hidrografia

Quanto aos aspectos hidrográficos não existe no município rios de grande porte, destacam-se o Rio Reúno na divisa com Boa Vista do Buricá, Lageado  Grande, onde se localiza a maior queda de água do município, em cujas margens há o balneáreio Cascata, o qual faz parte da rota do Yucumã, projeto turístico firmado entre Humaitá e seus municípios vizinhos. O Balneária Cascata possui um ampla estrutura para acampamentos e piquenique, conta com bar e mercado, vestiários, churrasqueira, mesas e bancos, iluminação elétrica, e várias opções de lazer e diversão.

Relevo

O município possui uma área territorial de 136,04 Km2, latitude sul de 27°3404e longitude de 53° 58 38. A altitude é de 466 metros acima do nível do mar.

O relevo do município é constituído de áreas planas levemente acidentadas e montanhosas. Os solos variam entre Santo Ângelo e Ciríaco-Charrua. O primeiro consiste em um latossolo roxo distrófico, com textura argilosa, apresentando um relevo ondulado. Tem como substrato o basalto, é um solo profundo, bem drenado, de coloração vermelho escuro, desenvolvido a partir de rochas eruptivas básicas. Possuem mais de 60% de argila e menos de 10 % de areia. Os perfis são muito homogêneos, não apresentando diferenciações nítidas  entre os horizontes. Apresenta baixa fertilidade natural e problemas de toxidez de manganês. São moderadamente susceptíveis as erosões, podendo formar voçorocas profundas. Nestas áreas predomina a sucessão de trigo, soja e milho, sendo toda área mecanizada e explorada por grandes, médios e pequenos agricultores (monocultura).

O solo ciríaco não constitui uma unidade de mapeamento simples, estando sempre associado ao solo charrua, formando a associação ciríaco-charrua. É classificado como brunizem avermelhado, raso, de textura argilosa, relevo forte ondulado e tem como substrato, o basalto.

Apresentahorizontes A e B bem desenvolvidos, profundidade mediana, 80 a 120 centímetros, moderadamente drenado, de coloração Bruno avermellhada escura.

A matéria orgânica é de média a alta no horizonte superficial, normalmente pobre em fósforo e ligeiramente ácido, sem problema de alumínio trocável no horizonte.

Na associação com o solo charrua, o ciríaco ocupa áreas menos acidentadas, nas partes inferiores do declive, enquanto a charrua encontra-se nas escarpas dos vales, ocupando a posição mais íngreme do relevo.

É muito suscetível à erosão, devido ao relevo movimentado em que ocorre.

Apresentam limitação forte ao uso de implementos agrícolas e tração mecânica, devido ao relevo, pouca profundidade e pedregosidade. Nesta área predomina a exploração agrícola em regime de pequena propriedade colonial. Em um cultivo racional, necessita práticas conservacionais intensivas e complexas. Sua melhor utilização é com culturas permanentes, reflorestamento e fruticultura, cultivo de milho, soja, mandioca e outros produtos de subsistência.

O município possui 6.664 ha de solo classe I, com terras cultiváveis, de maior valor agrícola, adaptada para o cultivo intensivo de culturas anuais exigentes em tratos culturais. Solos profundos fáceis de trabalhar sem problemas com medidas especiais, umidade, fertilidade sem limitações. Os 6.868 ha restantes classifica-se como classe II. São boas terras para o uso agrícola, que, no entanto apresentam uma ou mais limitações como à declividade, drenagem, capacidade de retenção de água, fertilidade, presença de pedras ou riscos de erosão.

O quadro natural do município de Humaitá foi modificado e transformado pelo homem, hoje no lugar de matas se vê lavouras e a cidade. Somente em alguns lugares há pequenas áreas de matas virgens.

 

Vegetação

A atual cobertura vegetal caracteriza-se pela predominância de capoeiras e áreas de reflorestamento para comercialização. A vegetação original predominante pertence à floresta subtropical do Alto Uruguai. Aparecem ainda manchas de campo nativo e como primeira fase de refloresta, mento nestes campos, o tinibé (Ateleia Clazioviana), geralmente associada ao bugre (Schinus Sp) e canela de veado (Helista Apiculada) também sendo uma precursora.

Originalmente a área de mata era de 30% aproximadamente, sendo que 38% das espécies existentes apresentavam aproveitamento econômico em função da qualidade da madeira. Atualmente a cobertura florestal foi reduzida para cerca de 3% da mata original, sendo que destes somente 10% servem ao aproveitamento econômico.

Nos núcleos de preservação ambiental podem-se encontrar espécies como: grápia, louro, angico vermelho, cedro, alecrim, canafístola, timbaúva, canjerana, erva-mate e canelas.

A utilização da madeira no município é canalizada para produção de carvão vegetal, lenha para padarias, matadouros, secadores de cereais e na indústria moveleira e de construção. Isto faz com que ocorra um déficit em relação à área reflorestada.

Quadro demonstrativo da vegetação:

Área total do município

136,04

Área com florestas anuais

9.560 hectares

Área com florestas nativas

30 hectares

Área com reflorestamento

242 hectares

Área com fruticultura

52 hectares

Área com pastagens nativas

672 hectares

Área com pastagens cultivadas

480 hectares

 

FONTE: Prefeitura Municipal de Humaitá-Secretaria de Meio Ambiente.

 

 

Rua: Av. João Pessoa, 414, Centro - CEP:98670-000

Telefone: (55) 3525-1166

Administração 2012 - 2016